Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

longboard



Segunda-feira, 23.05.05

" JACK JOHNSON NO COLISEU - PEQUENO RESCALDO "

EU ESTIVE LÁ E NA 1ª FILA

 

bilhete.jpg

 

Simplesmente Fantástico,

é o que se pode concluir após o concerto de Jack Johnson e Donavon Frankenreiter na noite de 21 de Maio de 2005 no Coliseu de Lisboa, a abarrotar de largas centenas de peles bronzeadas, com ar "habitué" de praia e indumentárias multicores.

Explicação solta para o fenómeno:

País à beira-mar plantado entende melhor quando se fala de Praia, palavra-chave na noite do concerto e boas vibrações a acompanhar!

 

O seu grande amigo Donavon Frankenreiter foi o primeiro a subir ao palco para apresentar o seu disco de estreia.

O trabalho homónimo já tinha indiciado uma abordagem mais próxima ao formato funky (cadeira de aritmética G.Love).

«It Don`t Matter» é mesmo o grande tema deste Senhor, que não se coíbe de deambulações de banda de jam session ao melhor estilo norte-americano, emparedada entre um imaginário Grateful Dead e Jimi Hendrix. A T-Shirt que vestia também dizia muito - Led Zeppelin!

Foi fantástica a sua actuação cheia de ritmo e guitarradas, também fantásticas, como se esperava, o que levou o público que o conhecia a aquecer a garganta para a actuação de Jack Johnson.

Para quem não o conhecia foi uma surpresa agradável.

df.jpg

 

A atmosfera já criada com Donavon, fez ponte para os pés descalços de Jack Johnson em cima de um palco que tremeu com a ovação prestada, ainda nenhuma nota tinha sido tocada.

«Never Know» é tema de arranque. Como que a defrontar os piores demónios criadores do segredo de um alinhamento para concerto, o homem ataca ao segundo tema com uma das canções mais conhecidas da sua carreira, «Rodeo Clowns».

jj.jpg

O que podia ter sido um tiro no pé, não foi de todo confirmado. Estávamos no décimo tema da noite e o público não parou de entoar qualquer tema que fosse, como se uma colecção de singles estivesse a ser debitada pela maior estrela da pop-rock.

A entrada do acordeon («Belle») em palco regista um momento diferente com a posterior presença de Donavon em palco, para entoar a sua parceria com Jack Johnson, em «Free». Jack aproveita a presença do seu amigo e parte para «Breakdown».

Ao fim de duas dezenas de temas temos as duas bandas em palco. Fantásticos foram.

 

todos.jpg

 

Para terminar:

Jack Johnson surge sozinho acompanhado exclusivamente da sua viola folk para um encore extenso. Finaliza com «No Other Way» (Ben Harper mode) e «Better Together», sempre e eternamente acompanhado pelo seu público.

jj solo.jpg

 

Já vi muitos concertos espectaculares na minha vida. Mas este foi sem dúvida o melhor, talvez pela sua simplicidade.

Boas ondas!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por longboard às 17:49



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2005

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031